Notícia

A formação na Comunidade Doce Mãe de Deus

Fonte: Comunicação DMD

A cada tempo entendemos que a pessoa humana precisa de cuidados que a coloque em comunhão com seu todo.

Diante dessa realidade, falar de formação é pensar o ser humano em constante processo de reencontro consigo, em busca de um amadurecimento que atinja os diversos âmbitos de sua vida. Podemos dizer que a verdadeira formação é aquela que configura o homem ao próprio Cristo, pois, só Ele pode conceder a beleza e a grandeza de ser profundamente nós mesmos, saindo das expressões externas e resgatando a nossa essência de filhos de Deus.

Como Comunidade Doce Mãe de Deus buscamos trilhar esse caminho de configuração e anúncio contemplando o mistério da Cruz que perpassa a experiência constante de uma vida doada ao Reino “com todo o coração, com toda a alma e com todas as forças” (Cf. Dt 6,5), a fim de tornar real a ação do Espírito Santo que nos faz reconhecer que somos argila nas mãos do Oleiro.

Como resposta ao grito de socorro do homem junto as suas lutas pessoais, ao longo desses anos cresceu em nossas diversas expressões de evangelização a busca por novos conhecimentos, vias e fontes junto as Sagradas Escrituras e o Magistério da Igreja que nos fizesse proclamar a cada um que anseia por um sentido de vida: “Eu sou templo, morada do amor!”.

Por tudo isso, não seria diferente olhar para o dom de Deus na vida comunitária e dizer que a formação é o desejo gerado e transbordado todos os dias no amar a Deus e ao próximo pela graça do Carisma recebido.

Que a exemplo da Doce Mãe de Deus, possa ecoar em nós, o Magnificat e a disposição de formar e deixar-se formar como fruto de alguém que diz: “Eis-me aqui segundo a vossa Palavra para ser verdadeiramente quem sou.”

Aurora Fátima de Vasconcellos
Membro Consagrado Doce Mãe de Deus